.

Lilypie - Personal pictureLilypie Kids Birthday tickers


Lilypie - Personal picture

lb2f.lilypie.com/TikiBlogger.php/8AuU

Dilemas de uma mãe sem manual!

Lilypie Pregnancy tickers





sexta-feira

Resultado do teste da orelinha!

Enfim chegou o dia de repetir o teste da orelinha.....
Desde que chegamos da maternidade estava aflita pra refazer esse teste!
Graças a Deus, deu tudo certo! Seu ouvidinho está em perfeitas condiçoes e seus reflexos excelentes!
A fonoaudióloga falou que isso de ter que refazer realmente acontece muito porque algumas crianças nascem com muita água de parto no canal do ouvido e isso atrapalha a realização eficaz do teste nas primeiras 48 horas.
Ela falou que quando acontece de ter que repetir, as mães realmente ficam preocupadas e angustiadas e algumas até ligam pra ela chorando. Sacanagem com a gente, né? Podia esperar pelo menos 7 dias pra fazer esse exame com chance muito baixa de erro.
Quase morri de tanta ansiedade, mas agora passou.
Claro que se Deus me mandasse uma criança especial, eu iria amar e aprenderia aceitar da mesma forma, mas se o diagnóstico fosse dado de uma vez só. A espera é que e angustiante....
Obrigada, obrigada, obrigada Senhor!
Um beijo e fiquem com Deus, Lê

P.S.: Meire!!! Venha a hora que quiser! Será um prazer enorme!!!

E a paixão só aumenta..............

terça-feira

O maldito teste da orelinha!

Gente,

Aqui em casa, graças a Deus está tudo bem. Davi crescendo fortão, mamando muito (meu leite custou pra descer e quase morri do coração!).
Quando estávamos na maternidade, ele se submeteu ao teste da orelinha (pra que tanto teste????). Até aí tudo bem.
De repente, vem a menina lá do berçário e se apresenta como a fonoaudióloga que aplicou o teste e diz que o do Davi deu uma alteraçãozinha. (ai meu Deus!!!!!!!). 
Ela disse que esse tipo de alteração é muito comum, uma vez que no canal do ouvido ainda pode conter água de parto, o que dificulta a análise (então pra que fazer com dois dias??) e disse que ele estava chorando muito, o que também dificulta.
Ela pediu para levarmos ele na clínica dela (sei...) dentro de 15 dias após o nascimento para uma nova avaliação. 
Por causa disso já conheci umas meia dúzia de casos que aconteceram a mesma coisa (inclusive com Arthur, meu afilhadinho de 4 meses) e depois deu tudo certo.
Agora eu pergunto: se tudo isso pode comprometer o exame, porque fazer tão cedo? Gente, se é frequente ter que repetir depois de 15 dias, porque não fazê-lo só com 15 dias?
Tô muito nova nesse assunto porque há oito anos quando Lucas nasceu, esse teste não era feito.
Agora é aguardar e verificar. O importante é que ela pediu que observássemos se Davi assusta com barulhos, e, graças a Deus, ele tem tomado uns bons sustos!!!
Um beijo e fiquem com Deus, Lê



comenta


Orkut